Isabel Nery

Isabel Nery é jornalista há mais de 20 anos, tendo trabalhado na revista VISÃO até 2017. É vice-presidente do Sindicato dos Jornalistas e aluna de doutoramento com tese sobre Jornalismo Literário e Neurociências. Autora de Chorei de Véspera – Ensaio sobre a Morte, por Amor à Vida (2016), publicou o seu primeiro livro de reportagem em 2012, As Prisioneiras – Mães Atrás das Grades, adaptado para a curta-metragem Os Prisioneiros. Em 2011, o trabalho Vida Interrompida foi adaptado para uma exposição itinerante, que percorreu o país. As reportagens de Isabel Nery foram já distinguidas com vários prémios, entre eles o Prémio Direitos Humanos e Integração, da UNESCO, o Prémio Mulher Reportagem Maria Lamas e o Prémio Jornalismo pela Tolerância. Enquanto investigadora, apresentou comunicações em várias instituições portuguesas e estrangeiras, entre elas a Universidade de Harvard e o King´s College, Canadá. Formadora do Cenjor, licenciada em Relações Internacionais e mestre em Comunicação, estudou no Committee of Concerned Journalists (CCJ), nos EUA.

Isabel Nery has been a Portuguese reporter for more than 20 years, is the vice-president of the Portuguese Journalists Union and researcher in Literary Journalism, now doing her PhD.  She wrote three books: Chorei de Véspera (2016), an essay and the reportage The Prisoners – Mothers Behind Bars (a reportage book, 2012), adapted for the short movie The Prisoners. Her work as a reporter has been distinguished with several journalism prizes. She has a degree in International Relations and a Master in Communication.

.